DE CAMPO MAIOR PARA O MUNDO

A internacionalização da empresa que Rui Nabeiro criou, em 1961, começou nos anos 80 pelo mercado espanhol. Em 1986, foi inaugurada a Delta Espanha, em Badajoz. Seguiram-se, ao longo destes quase 30 anos, mais de 30 países para os quais a Delta Café levou o que de melhor faz – a excelência e sabor únicos do café.

Ao longo deste tempo, destaca-se a entrada direta em alguns destes países. Em 1998, A Delta entrou diretamente em Angola, seguindo?se depois França, em 2007, Luxemburgo, em 2011, Brasil, em 2012, e China, em 2014. A aposta nos mercados internacionais e nesta presença direta traduz um dos pilares estratégicos de crescimento da empresa – a internacionalização.

Ao longo da sua história, a Delta Cafés já chegou a mais de 35 países nos 5 continentes. Este tipo de crescimento só foi possível por se apoiar em marcas fortes e verdadeiramente globais, como a Delta Q e a Delta Cafés. Para esta última, a globalidade resultou de um processo de rebranding, ocorrido em 2012, que renovou a marca a nível de posicionamento, portefólio, embalagens e comunicação, conferindo-lhe maior relevância em cada país em que opera.